Turismo
Sesc promove passeios turísticos históricos em Campinas em torno do “Protagonismo Feminino”
Publicado em 19 de outubro de 2016

O “Festival de Turismo Mulheres no Mapa”, que será realizado nas unidades do Sesc no Estado de São Paulo entre o final de outubro e início de novembro, destaca o protagonismo feminino na atividade turística por meio de roteiros, bate-papos, oficinas, exibição de filmes e documentários. No Sesc Campinas, três roteiros e um bate-papo fazem parte da programação.

Abrindo as atividades na cidade no dia 23, o roteiro “Passeios e memórias de Hilda Hilst – Casa do sol” promove uma homenagem à Hilda Hilst, uma das principais referências femininas da arte literária nacional, com visita à Casa do Sol, no Residencial Parque Xangrilá, local em que Hilda produziu grande parte de sua obra.

Já o passeio “Tradição lírica – Maria Monteiro” ocorre no dia 30 e é dedicado à primeira cantora lírica brasileira que durante a visita da Família Real à cidade de Campinas, em 1886, integrou o programa de recepção, encantando a Imperatriz Teresa Cristina, que lhe ofereceu uma bolsa de estudos em Canto Lírico em Milão (Itália). O percurso contempla locais da cidade que retratam a vida e história da campineira, além de outros atrativos culturais urbanos, com acompanhamento da historiadora Mirza Pellicciotta. Saiba mais sobre a história de Maria Monteiro no blog da historiadora no Campinas.com.br.

No dia 29, o bate-papo “Protagonismo feminino em Campinas” ira reunir mulheres atuantes no setor de turismo na cidade de Campinas, que construíram sua carreira, fazendo a diferença como empreendedoras na área. Participam do evento Alexandra Caprioli (diretora de Turismo de Campinas), Mirza Pellicciotta (historiadora), Vera Dias Ribeiro (empresária), Laura Santi (professora e consultora de Turismo), com mediação de Silvia Hirao (assistente técnica de Turismo Social do Sesc São Paulo), e apoio da Prefeitura Municipal de Campinas.

Encerrando as atividades do projeto, o roteiro “Cultura afro na Fazenda Roseira” leva os participantes no 6 de novembro para a Casa de Cultura Fazenda Roseira, uma conquista do movimento negro e popular com uma história de luta e resistência protagonizada principalmente por mulheres que referências da cultura afro-brasileira na cidade, articulando atividades educativas com eixos com a cultura, história, mitologia e o meio ambiente. Durante a vivência, haverá uma oficina de turbantes, roda de jongo, dança de roda de origem africana do tipo batuque e também bate-papo com Alessandra Ribeiro, líder da comunidade.

De acordo com o Sesc, a atividade turística tem o potencial de contribuir para o empoderamento das mulheres, seja por ser um setor que gera muitos empregos, por poder dar visibilidade a parte da história protagonizada por mulheres ou ainda por possibilitar vivências transformadoras de vida. Por outro lado, pode também contribuir para a reprodução de preconceitos, exploração e desigualdades de gênero. O festival é um convite para a reflexão sobre as possibilidades propiciadas pelo turismo, as experiências vivenciadas, os desafios e dificuldades da participação das mulheres nesses contextos.

A programação integra o eixo temático do programa “Turismo Social do Sesc São Paulo”, que busca ampliar o conceito do viajar. Durante as atividades propostas – excursões, passeios de um dia, estadas no Sesc Bertioga, palestras, expedições virtuais, oficinas e vários outros tipos de vivências – os participantes são estimulados a encontrar um novo mundo: dialogar com outras culturas, interagir com os habitantes dos locais visitados, conhecer seu patrimônio natural e respeitar suas tradições, sempre de forma responsável e consciente.

Programação:

23/10, às 14h00 – “Passeios e Memórias de Hilda Hilst – Casa do sol”
O passeio promove uma homenagem a Hilda Hilst, uma das principais referências femininas da arte literária nacional, com visita à Casa do Sol, no Residencial Parque Xangrilá, local em que Hilda produziu grande parte de sua obra.
Valores: R$ 10 (trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo credenciado no Sesc e dependentes – Credencial Plena) e R$ 15 (demais interessados). Vagas limitadas. Inscrições na central de atendimento da unidade.
Saída às 13h30 da unidade.

30/10, às 08h00 – “Tradição lírica – Maria Monteiro”
O roteiro é dedicado a Maria Monteiro (1870 – 1897), primeira cantora lírica brasileira. Por ocasião da visita da Família Real à cidade, em 1886, ela integrou o programa de recepção, encantando a Imperatriz Teresa Cristina, que lhe ofereceu uma bolsa de estudos em Canto Lírico na cidade de Milão (Itália). O percurso contempla locais da cidade que retratam a vida e história da campineira, além de outros atrativos culturais urbanos. Acompanhamento da historiadora Mirza Pellicciotta.
Valores: R$ 10 (trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo credenciado no Sesc e dependentes – Credencial Plena) e R$ 15 (demais interessados). Vagas limitadas. Inscrições na central de atendimento da unidade. Saída às 8h da unidade.

29/10, das 14h00 às 16h00 – “Protagonismo Feminino em Campinas”
Bate-papo com mulheres protagonistas atuantes na área de turismo na cidade de Campinas, que por acreditarem na atividade construíram sua carreira e fazem a diferença como empreendedoras na área. Convidadas: Alexandra Caprioli (diretora de Turismo de Campinas), Mirza Pellicciotta (historiadora), Vera Dias Ribeiro (empresária), Laura Santi (professora e consultora de Turismo). Mediação: Silvia Hirao (Assistente técnica de Turismo Social do Sesc São Paulo). Parceria: Prefeitura Municipal de Campinas.
Local: Teatro do Sesc
Entrada: gratuita – Retirada de ingressos na Ilha de Atendimento com 1h de antecedência.

06/11, às 13h00 – “Cultura afro na fazenda Roseira”
A Casa de Cultura Fazenda Roseira, uma conquista do movimento negro e do movimento popular, tem uma história de luta e resistência protagonizada principalmente por mulheres e é uma referência da cultura afro-brasileira, articulando atividades educativas que têm como eixos a cultura, a história, a mitologia e o meio ambiente. Com participação na oficina de Turbantes, Vivência e Roda de Jongo e bate-papo com Alessandra Ribeiro, líder da comunidade.
Valores: R$ 10 (trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo credenciado no Sesc e dependentes – Credencial Plena) e R$ 15 (demais interessados). Vagas limitadas. Inscrições na central de atendimento da unidade. Saída às 13h da unidade.

Serviço:

“Festival de Turismo Mulheres no Mapa”
Local: Sesc Campinas. Rua Dom José I, 270/333, Bonfim – Campinas. (19) 3737 1500
Data: entre 23 de outubro e 6 de novembro

Foto: Jefferson Figueiredo (divulgação)

Fonte: assessoria de imprensa 

Compartilhe

Copyright ©2010-2018 Campinas.com.br. Todos os direitos reservados.

+ Turismo