Voltar para o visitecampinas.com.br
Blog do Vinho
Almoço com as estrelas da boa gastronomia
por Suzamara Santos
Publicado em 20 de março de 2019

Chefs e sommeliers foram recebidos com delicioso Prosecco no Barbacoa

Acostumados ao calor das cozinhas e ao corre-corre dos salões, chefs e sommeliers de alguns dos mais (re) conhecidos restaurantes de Campinas tiveram um momento relax na última quinta-feira, quando tiraram as dolmans e gravatas e ocuparam as agradáveis mesas do Barbacoa (Shopping D. Pedro). O encontro, que reuniu craques da gastronomia local em um almoço regado a bons vinhos, foi proporcionado pela importadora Casa Flora, de São Paulo, como um gesto de aproximação e agradecimento aos parceiros locais.

Parte dos convidados não se conhecia pessoalmente e isso não impediu que o encontro rolasse descontraído, em clima de total informalidade. O serviço do Barbacoa deu-se conforme o figurino, regido pelo maître e sommelier Rogério Pereira Santos, perfeitamente identificado com o grupo. Bastou o primeiro vinho, um refrescante Prosecco brut para que todos soltassem a língua e trouxessem os mais variados assuntos à roda, em especial experiências pessoais vividas em países distantes e curiosidades do ofício.

 

Encontro da Casa Flora reuniu personalidades da gastronomia local

QUEM ESTAVA LÁ

Participaram do almoço Mauro Masson (Benedito Restaurante), Alex Calé (Royal Palm Plaza Hotéis), Cristina Roseo e Sergio Jair de Abreu (Vitória Hotel Concept Campinas), Theo Medeiros (Theo Medeiros Bistrô), Vinícius Paulino e Felipe Florence (Empório Hípica e Empório Alpha), Adalberto Ferreira e Marco Antonio Lobo de Campos (Cantina Fellini). Entre os anfitriões, estavam Antonio Pereira Carvalhal Neto (sócio e Diretor Comercial), Thiago Torres (Gerente on Trade), Alessandro Santos e Fernando Felipe (Executivos on Trade). O perfil empresarial da Casa Flora explica o time de chefs. A importadora tem quase 50 anos de atividades relacionadas ao mercado gastronômico. Seu portfólio, além de vinhos, inclui queijos, destilados, acessórios de cozinha e uma lista extensa de produtos gourmets.

O nome foi herdado do primeiro item comercializado pela casa, o queijo Flora, produzido a partir de 1955 por Antônio Pereira Carvalhal, no distrito de Flora, em Três Corações, MG. Depois veio a uva passa, o primeiro produto importado, já antecipando a vocação da marca para atender ao mercado gourmet. Hoje, a empresa é um nome nacional focado no canal on trade (restaurantes, bares e hotéis) e off trade (varejo e empórios). Só no catálogo de vinhos são mais de 600 rótulos do mundo todo. Na amostra oferecida aos chefs, destacaram-se os rótulos que poderíamos chamar de “vinhos de verão”. Vamos a eles:

 

VINHO 1 – LA COLTURE SYVOZ PROSECCO DOC BRUT

O vinho de boas-vindas foi o La Colture Syvoz Prosecco DOC Brut, da região do Vêneto, Itália. Um vinho elegante, leve, de deliciosa fruta fresca, perfeito para o dia quente e ensolarado que fazia. Perfeito também para acompanhar o queijo Gruyère que estava à disposição dos convidados. A combinação de acidez elevada, perlage finíssima e baixo teor de álcool (11%) faz desse vinho uma ótima opção para bebericar tarde adentro. Começamos muito bem. Preço médio: R$ 94.

 

 

VINHO 2 – CELLARO LUMÀ GRILLO IGT

O segundo vinho da tarde, quando já havíamos nos servido do bufê de saladas e frios do Barbacoa, foi um Cellaro Lumà Grillo IGT, da Sicília, sul da Itália. Vinho tranquilo, excelente exemplar da uva Grillo, ainda pouco conhecida no Brasil. Com nítida vocação gastronômica, remete à pratos mediterrâneos, a base de pescados, saladas, queijos. Ótimo para “aperitivar”. Os toques cítricos, com notas florais e alguma fruta seca na evolução convidam a conhecer um pouco mais da Sicília. Preço médio: R$ 88.

 

 

VINHO 3 – MANON CÔTES DE PROVENCE-ROSÉ

Ainda entre os vinhos leves, fomos surpreendidos com um lindo rosé, que considero o vinho da tarde. O Manon Côtes de Provence nos transportou à terra dos grandes rosés, dos campos de lavanda, da palheta de cores pastel, enfim, ao mundo da delicadeza. Elaborado com as uvas Grenache, Cinsault e Syrah, esse vinho se apresenta com uma linda cor rosa velho, de nuanças grená e aromas de frutas brancas, como pêssego e lichia. Na boca, tem pronunciada mineralidade, o que faz dele um vinho de bem-vinda personalidade. Preço médio: R$ 126.

 

 

4 – CADUS BLEND DE LAS ALTURAS MALBEC

Da Provence fomos transportados ao Lujan de Cuyo, na região de Mendoza, Argentina, com o Cadus Blend de Las Alturas Malbec. E chegou em boa hora para acompanhar as carnes, especialidade do Barbacoa. Nada como um tanino bem trabalhado para tornar esse momento ainda mais gostoso. Vinho com pegada, corpo, equilíbrio e, importante, tipicidade. Lujan de Cuyo é uma espécie de berço latino da Malbec. Os vinhos produzidos nessa região são marcados pela cor vermelha intensa, aromas de frutas negras, tipo amora e ameixa, especiarias e sutil mineralidade. Sem dúvida, foi bom momento do encontro. Preço médio: R$ 253.

 

 

VINHO 5 – DUORUM PORTO VINTAGE

Por fim, para encerrar, não podia faltar um bom Porto. O Duorum Porto Vintage, do Douro, Portugal, escoltou com competência a sobremesa geladinha de chocolate que finalizou o encontro. Elaborado com Touriga Nacional (40%), Touriga Franca (40%) e Tinta Roriz (20%), esse vinho é aveludado, com boa acidez e doçura intensa. Caiu muito bem com a sobremesa, mas imagino também um bom casamento com queijos azuis e mofados, como stilton, gorgonzola, reblochon.  Preço médio: R$ 266.

GOSTOU?

Mais informações sobre a Casa Flora pelo site: www.casaflora.com.br e instagram #casafloraimportadora

 

Compartilhe

Contatos Campinas.com.br:

Redação: (19) 2511-3738

Comercial: (19) 9 8454-0081

E-mail: contato@campinas.com.br

Envie um WhatsApp para o comercial

Cadastro Newsletter:

Cadastre-se para receber todas as novidades do Campinas.com.br

Faça sua divulgação no Campinas.com.br Divulgue seu estabelecimento no Guia + Clube Campinas

Copyright ©2010 - 2019 Campinas.com.br. Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Ideia74

+ Blog do Vinho