Unicamp na Agenda
Festival de Sabores de SP no Senac Campinas
por Hélio Costa Júnior
Publicado em 12 de maio de 2013

(foto: Fernanda Sunega)

Adorei experimentar os tantos sabores na sexta etapa do Festival Sabor de São Paulo, no Senac Campinas, no dia 8 de maio. Foram 10 pratos típicos de diversas cidades do Estado o que comprovou como nossa região é rica em ingredientes e ideias criativas para a gastronomia. Sem dúvida, uma oportunidade bem-vinda de conhecer o que temos de bom à mesa. Todos os pratos são servidos nos restaurantes que estiveram no Senac, portanto, sempre é tempo de aproveitar. O público se esbaldou com as delícias e pôde votar nos cinco preferidos. Além dos pratos, produtores de frutas e cerveja ofereceram bebidas. Uma boa surpresa foi o suco de cambuci, de sabor doce e suave, ainda tão pouco acessível aos consumidores.

Bem, seguem os comentários sobre os pratos que marcaram o paladar nesta etapa do Festival. Vamos começar com os cinco eleitos para o próximo desafio:

Forrobodó no Farnel, do Restaurante Estação Marupiara, de Campinas. Nosso representante garantiu posto para a próxima etapa. O Forrobodó é a singela mistura de arroz com feijão, filé picadinho e farofa.

Panino de Porchetta, do Restaurante Cantina Biagio, de São Paulo. Pãozinho francês recheado de porchetta, mistura de pernil e linguiça. Muito saboroso!

Baronesa de Bragança, do Restaurante Linguiçaria Real Bragança, de Bragança Paulista. Combinação deliciosa da tradicional linguiça calabresa defumada de Bragança, com purê de mandioquinha, alho adocicado, erva doce, caldo de cachaça. Sabor excepcional! (foto de Fernanda Sunega)

Imbruio caipira, do Restaurante Coisas di Buteco, de Piracicaba. Aqui a famosa pamonha de Piracicaba servida na versão salgada, recheada de dourado defumado, acompanhada de pirão de peixe e tomatinho morango.

Bocado com sete recheios, um sabor em cada mordida, do Restaurante Adega e cachaçaria Therense, de Pirassununga. Uma massa leve coberta com açúcar de confeiteiro e recheada com nozes, cereja, goiabada, uva passa, figo e damasco. Soube pela quituteira que a receita está na família há três gerações e que a massa do doce leva 14 gemas e um ovo inteiro. Surpreendente!

E os demais, que também valem a pena ser apreciados:

Curau cremoso com costelinas guizadas na cerveja escura Prada e pipoquinha de quiabo, do Mero Restaurante e Empório (Rio Claro);

Bolo de Pinhão, chef Flavia Helena Junqueira de Andrade (Campos de Jordão);

Panacotta com jaracatiá em três tempos, do Restaurante Villa Tardivelli (Águas de São Pedro);

Afogado, de São Luiz do Paraitinga

Pudim de Cambuci com Hortelã, do Empório das Sabores (Rio Grande da Serra).

O projeto da Secretaria de Turismo do Estado é realizado pela revista Prazeres da  Mesa com apoio educacional do Senac São Paulo. O objetivo, como comprovamos com muito gosto, é mapear os pratos típicos, produtos e matérias-primas que caracterizam a identidade gastronômica paulista. Os melhores pratos estarão à venda em um grande festival popular na capital, realizado de28 a30 de junho, em São Paulo.

 Final do Festival

São Paulo – 28, 29 e 30/06 de 2013. Parque da Água Branca. Av. Francisco Matarazzo, 455. Água Branca, São Paulo. Apoio Senac Aclimação: Rua Pires da Mota, 838, Aclimação.

Compartilhe

Copyright ©2010-2018 Campinas.com.br. Todos os direitos reservados.

+ Unicamp na Agenda