Faça as Malas
Quem ganha e quem perde no mundo da bola
por Marcos Craveiro
Publicado em 17 de dezembro de 2014

Todo final de ano,ou de temporada no futebol é a mesmíssima coisa. Os programas de TVs e os impressos falam do que vai acontecer e analisam a temporada passada. É o mesmo filme. E eu pergunto: Isso leva a algum ponto, qual a utilidade de tanto fala fala.

Simples de responder.De tantas notícias, você meu amigo aqui do Blog pode tirar suas conclusões sobre o que mais lhe interessa.

Eu me interesso pelos clubes que sobem, pelos que caem e pelos campeões. E por que? Por que existe sim, evolução e retrocesso. Erros e muito acerto também.

Ou o Cruzeiro e sua administração não acertaram o pé? Dois anos vencendo tudo que viram pela frente. Que disputaram. Não me intriga ver o Atlético Mineiro e o Cruzeiro na ponta. Me alegra, por que eles estão sinalizando aos outros com fazer direito. Não é complicado. Trabalho, inteligência e um certo dinheiro. Muito? O suficiente, é só olhar a folha de pagamento dos dois. E administrar com sabedoria e honestidade o tal dinheiro.

E quem sobe e quem cai? Quem sobe é tão bom ou parecido com o Cruzeiro e com o Atlético. Acompanhei Joinville e Ponte Preta mais de perto. O Joinville tem Cesar Sampaio e Ramon administrando o futebol do clube,e Hemerson Maria, um treinador da casa e competente. Sempre soube o que queria e preparou o time para ser Campeão. A Ponte preta também queria subir e subiu. Não foi Campeã por que perdeu tempo e pontos em casa. Trocou de treinador e por isso demorou para decolar. Queria subir mas demorou para decidir se queria ser Campeã.Mas foi um ano bom, com certeza.

O Guarani e a Portuguesa são exemplos a não seguir. Nos últimos 20 anos o Bugre virou um saco para corruptos se locupletarem. Grana fácil, homens de menos. A Lusa foi igual. Gente de dentro traindo o próprio clube. Dezenas de treinadores e esquemas e jogadores de nível médio. Os dois clubes não se mantiveram em pé. A Lusa vai demorar para subir de novo. Seria melhor pedir licença e parar por uns anos para se reestruturar. O Guarani vendeu seu estádio, O Brinco de Ouro onde foi Campeão Brasileiro. A dívida acabou com o clube.Isso mostra o descaso e a falta de comprometimento de quem passou por lá. Essa nova diretoria vai resolver? Não, não vai, não é o negócio deles.

No futebol de hoje as coisas acontecem em velocidade que não se mede. Quem ficar olhando, parado, perde. Quem correr muito também perde. O futebol é um negócio de gente grande. De profissionais.

Então, onde fica a emoção, onde colocar o amor pelo clube? Esses sentimentos ficam para o que mais sofre e perde. O torcedor.

Compartilhe

Copyright ©2010-2018 Campinas.com.br. Todos os direitos reservados.

+ Faça as Malas