Consoantes Reticentes…
Supermercados de SP vão economizar R$ 190 milhões com fim das sacolinhas
por Marcelo Sguassábia
Publicado em 25 de janeiro de 2012
Já os consumidores, terão gastos adicionais com a compra de sacos para lixo. APAS estima que deixará de colocar em circulação na RMC 453,3 milhões de sacolas plásticas/ ano
 
Os donos dos supermercados do estado de São Paulo vão economizar aproximadamente R$ 190 milhões ao ano deixando de oferecer gratuitamente as sacolas plásticas para o transporte das compras pelos clientes, a partir de hoje. O valor foi, finalmente, informado ontem pela APAS (Associação Paulistas de Supermercados), em entrevista coletiva à imprensa, em Campinas.

Segundo informação do presidente da APAS, João Galassi, em reportagem da RAC (Rede Anhanguera de Comunicação), o custo com as sacolas representa 0,20% nas compras do consumidor e a redução dessa despesa “pode gerar promoções nos estabelecimentos ou uma redução nos preços dos produtos”. Será que isso vai acontecer de fato? Vamos ver.

Porque se a possibilidade mencionada por ele for concretizada, a cada R$ 100,00 que eu comprar, terei um desconto de vinte centavos (R$ 0,20). E, se eu gastar no mês R$ 1.000,00 (e uma família de 4 pessoas gasta isso ou mais), teria um abatimento de R$ 2,00, mas gastarei R$ 12,00 com a compra de sacos para lixo, já que não terei mais as sacolinhas plásticas para colocar o lixo.

Então se eu não esquecer em nenhuma ida ao mercado de providenciar outra maneira de transportar minhas compras, para não ter de comprar as sacolas biocompostáveis (R$ 0,19 a R$ 0,25 cada), vou gastar mais R$ 10,00/ mês. Isso sem contar o investimento inicial com a compra de pelo menos umas duas sacolas retornáveis ou “ecológicas”, de longa duração, para o transporte das compras, ao custo médio de R$ 2,00 cada.

É, ainda acho que o consumidor terá de arcar sozinho com a despesa provocada pela mudança. Enquanto os supermercados vão economizar R$ 190 milhões/ ano, eu (família de 3 pessoas e um gato), vou gastar a mais entre R$ 120 e R$ 144,00/ ano.

Única opção gratuita oferece sérios riscos à saúde

A única opção gratuita oferecida pelos mercados, conforme a disponibilidade, será caixas de papelão usadas, que chegam aos mercados com os mais diversos produtos. Essas não são aconselháveis, pois costumam carregar agentes nocivos à saúde, como bactérias e  até coliformes totais e fecais (isso mesmo, das fezes).

Então se a gente usar essas caixas para trazer os produtos de casa e não desinfetar todos eles com água sanitária ou desinfetante, antes de abrir e consumir, vamos correr sério risco de contaminação. As sacolas retornáveis (principalmente as de pano) também oferecem riscos, mas somente se não forem lavadas e desinfetadas com frequência. Veja estudo divulgado pela Plastivida (Instituto Sócio-ambiental dos Plásticos) que aponta o problema.

Redução de sacolas no ambiente

Segundo informações da Assessoria de Imprensa da APAS, 100% dos associados em todo o estado de São Paulo (2.600 lojas) aderiram à campanha ‘Vamos Tirar o Planeta do Sufoco’ e a partir de hoje (dia 25 de Janeiro de 2011) não vão mais oferecer aos clientes as sacolas plásticas gratuitas. Na região de Campinas isso compreende as 379 lojas que estão na área de abrangência da regional da APAS, que deixarão de colocar em circulação 1,01 bilhão de sacolas/ ano.

Se considerada a Região Metropolitana de Campinas (RMC), esse número é de 453,3 milhões de unidades/ ano. Em todo o estado são 6,6 bilhões/ ano. Entre os argumentos da APAS para a campanha, o mais convincente me parece a dispersão inadequada dessas sacolas no ambiente, o que contribui para inundações nas áreas urbanas (porque provocam entupimentos nas redes de água de chuva) e podem oferecer risco à saúde de animais aquáticos, já que muitas chegam a rios e mares.    

E você, qual sua opinião sobre o assunto?

Leia tambémFim das sacolas plásticas nos supermercados

Sobre a colunista:

Michele da Costa também é autora do Blog da MI, dirigido a jornalistas:
http://blogmidacosta.wordpress.com/

Perfil no Facebook: http://facebook.com/midacosta.jornalista
Perfil no LinkedIn: http://br.linkedin.com/in/micheledacosta


Compartilhe

Copyright ©2010-2018 Campinas.com.br. Todos os direitos reservados.

+ Consoantes Reticentes…