Carros

Toyota produzirá, no Brasil, primeiro veículo híbrido flex do mundo

Publicado em 13 de dezembro de 2018

Veículo é o único do mundo equipado com um motor elétrico e outro de tecnologia flex, cujo desenvolvimento teve participação da Toyota do Brasil

A Toyota do Brasil acaba de anunciar a produção do primeiro veículo híbrido equipado com motor de combustão interna flexfuel do mundo, capaz de rodar com gasolina ou etanol brasileiro e apoiado por modo elétrico.

O trabalho colocou lado a lado as equipes de engenharia da Toyota Motor Corporation, no Japão, e da Toyota do Brasil, e foi direcionado no sentido de extrair o potencial máximo de cada solução: alta eficiência, baixíssimos níveis de emissões e capacidade de reabsorção dos impactos de gás carbono, ao utilizar combustível de fonte 100% renovável (cana de açúcar).

A produção do modelo prevista para o fim de 2019, é mais uma prova do comprometimento da Toyota com o desenvolvimento do Brasil e está em linha com o recém aprovado Programa Rota 2030, que oferece previsibilidade para as empresas investirem no longo prazo no País e estabelece, dentre outras medidas, novas políticas de estímulo a veículos mais eficientes.

Estudos realizados pela Toyota do Brasil apontam que o híbrido flex possui um dos mais altos potenciais de compensação e reabsorção na emissão de CO2 gerado desde o início do ciclo de uso do etanol extraído da cana-de-açúcar, passando pela disponibilidade nas bombas de abastecimento e sua queima no processo de combustão do carro. Quando abastecidos apenas com etanol (E100), os resultados se mostraram ainda mais promissores.

Protótipo híbrido flex

Desde março deste ano, a Toyota realizou diversos testes de rodagem com um protótipo híbrido flex no Brasil construído sobre a plataforma de um modelo Prius, atualmente o único representante híbrido da Toyota vendido no Brasil. A ideia foi colocar à prova a durabilidade do carro em diversos tipos de estradas para avaliar o conjunto motor-transmissão quando abastecido com etanol.

Durante esses meses, uma série de dados relacionados à performance e comportamento do carro foram coletados, que contribuíram na busca pelo balanço ideal de todo o conjunto.

Indaiatuba deverá ser a base do híbrido flex

Ainda que não confirmado pela Toyota do Brasil, é quase certeza que sairá da fábrica de Indaiatuba, a produção do novo modelo híbrido flex. Essa fábrica está recebendo investimentos de R$ 1 bilhão para a modernização da sua linha produção, e adequação à recente plataforma TNGA (utilizada no atual Prius, e futuro Corolla). Além de termos uma provável versão Flex do Prius (possivelmente fabricada aqui no Brasil), também existe a possibilidade do futuro Corolla trazer essa tecnologia, ainda que seja nas versões mais caras. Assim, a Toyota começa a trilhar o mesmo caminho já visto na Lexus (divisão de veículos premium do grupo), que declarou que toda a sua linha de veículos será totalmente híbrida.

Compromisso com o meio ambiente

Parte do compromisso da Toyota em investir em melhorias contínuas, sempre ressaltando a importância de cuidar do nosso planeta, foi a divulgação do Desafio Ambiental Global 2050. A visão corporativa, anunciada pela matriz Toyota Motor Corporation, em 2015, compreende seis desafios de sustentabilidade. Dentre eles, reduzir os impactos negativos causados por automóveis ao meio ambiente para o mais próximo possível de zero, gerando diversos benefícios para o meio ambiente e a comunidade.

O Desafio Ambiental Global 2050 visa neutralizar a emissão de CO2 até a metade do século em novos veículos, no ciclo de vida dos produtos e nas unidades industriais da Toyota de todo o mundo. Outras missões são a diminuição no consumo de água, incentivar a reciclagem e estabelecer uma sociedade que esteja em harmonia e preserve a natureza.

No Brasil, os projetos de responsabilidade social, preservação ambiental e formação de cidadãos são gerenciados pela Fundação Toyota do Brasil, braço social da montadora, criada em abril de 2009.

Nacionalmente, a fundação patrocina o Projeto Toyota APA Costa dos Corais, visando a preservação dos recifes de corais e ecossistemas associados ao peixe-boi marinho em uma área de 406 mil hectares nos estados de Alagoas e Pernambuco. No Pantanal sul-mato-grossense, o apoio de quase três décadas ao Projeto Arara Azul nas atividades de proteção e monitoramento da espécie retirou, em 2014, a ave da Lista de Espécies da Fauna Brasileira Ameaçadas de Extinção. Mais recentemente, a entidade promove o projeto Águas da Mantiqueira, iniciativa de conservação da biodiversidade em municípios da Serra da Mantiqueira, no interior do Estado de São Paulo.

Localmente, a entidade agrega ainda as ações sociais implantadas e mantidas nas comunidades onde a empresa possui unidades, como Indaiatuba (SP), Guaíba (RS), Porto Feliz (SP), Sorocaba (SP) e São Bernardo do Campo (SP). As iniciativas compreendem as áreas de educação, meio ambiente e cultura, e contam com o apoio dos colaboradores da empresa como voluntários.

Compartilhe

Contatos Campinas.com.br:

Redação: (19) 2511-3738

Comercial: (19) 9 8454-0081

E-mail: contato@campinas.com.br

Envie um WhatsApp para o comercial

Cadastro Newsletter:

Cadastre-se para receber todas as novidades do Campinas.com.br

Faça sua divulgação no Campinas.com.br Divulgue seu estabelecimento no Guia + Clube Campinas

Copyright ©2010 - 2019 Campinas.com.br. Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Ideia74

+ Carros