Cinema
“Tainá – A Origem” mostra o começo da história da pequena índia na Amazônia
Publicado em 7 de fevereiro de 2013

O cinema nacional começa 2013 com o filme “Tainá – A Origem”, da diretora e roteirista Rosane Svartman. O longa conta as origens da personagem, uma história que começou com “Tainá – Uma Aventura na Amazônia”, em 2000, e seguiu com “Tainá 2 – A Aventura Continua” (2005). Agora, o terceiro da série entra em cartaz em Campinas no Kinoplex do Parque D. Pedro Shopping, Box Cinépolis do Campinas Shopping, Moviecom do Unimart e Cine araújo do Parque das Bandeiras. Veja a programação a partir desta sexta (8).

As filmagens ocorreram entre julho e agosto de 2010. A produção envolveu mais de 100 profissionais, entre técnicos e artistas brasileiros, que ficaram mergulhados nas selvas do Pará e do Amapá. A cidade de Santarém e as regiões de Alter no Chão, Flona Tapajós e Ilha de Santana serviram de locação. Ao todo, foram nove semanas de filmagens a céu aberto, uma vez que o filme não contém cenas de estúdio.

Nesta nova produção, a floresta amazônica é invadida por piratas da biodiversidade e a jovem índia Maya (Mayara Bentes) acaba tornando-se vitima dos bandidos, deixando órfã a bebê Tainá. A criança é abrigada entre as raízes de uma Grande Árvore e salva pelo velho e solitário pajé Tigê (Gracindo Jr), que passa a cuidar dela e só a devolve para seu povo cinco anos depois, quando será escolhido o novo líder defensor da natureza.

Por ser menina, Tainá (Wiranú Tembé) é impedida de se apresentar, mas pela herança da mãe, a última das guerreiras, e com o apoio da esperta menina da cidade Laurinha (Beatriz Noskoski) e do índio ‘nerd’ Gobi (Igor Ozzy), a indiazinha resolve encarar os malfeitores, desvendando o mistério de sua própria origem. 

Para a seleção do personagem principal, a produção percorreu cerca de 40 aldeias na Amazônia durante dois anos e fotografou por volta de três mil crianças. Após uma “peneira”, 10 foram escolhidas para a seleção de uma vencedora. O processo final de escolha envolveu a participação do público que votou pela internet e através de mensagens pelo telefone celular.

A intérprete escolhida para viver Tainá foi a pequenina Wiranu Tembé, uma índia de apenas cinco anos, membro da aldeia Tekohaw, no Pará. Wiranu não falava uma palavra de português antes de ser descoberta pela equipe do filme.

O elenco traz nomes consagrados do cenário dramaturgo nacional como Nuno Leal Maia e Grancindo Jr, além de outros atores como Guilherme Berenguer, Laila Zaid, Leon Goes e a descendente de índios Mayara Bentes.

Veja o trailer:

Compartilhe

Copyright ©2010-2018 Campinas.com.br. Todos os direitos reservados.

+ Cinema