adeus-a-linguagem.jpg
Cinema

“Adeus à Linguagem”, novo filme de Godard, é o 1º do cineasta em 3D

Publicado em 5 de agosto de 2015

O francês Jean-Luc Godard, balaústre do cinema e um dos criadores do movimento Nouvelle Vague, é dos cineastas vivos com mais tempo em atividade. Conhecido pelo aspecto vanguardista de seus filmes, aos 82 anos ele lançou o intrigante “Adeus à Linguagem”, uma obra experimental que subverte a linguagem do audiovisual e o primeiro dele em formato 3D. Em cartaz pelo projeto Belas Artes do Cineflix, o filme estreou na quinta, dia 30 de julho. Veja a programação em Campinas.

Mais do que objetos lançados aos olhos do espectador, o 3D em “Adeus à Linguagem”, considerado por especialistas como uma das melhores utilizações da terceira dimensão no cinema, transcende sua história e é totalmente compatível com a proposta do filme de proporcionar uma experiência única a quem assiste. No Festival de Cannes, de onde o filme saiu com o Prêmio do Júri – empatado com o drama “Mommy”, a crítica exaltou a ousadia do longa-metragem.

O roteiro do filme conta com apenas duas páginas, sendo uma delas um desenho. A história se concentra em um homem misterioso e uma mulher que dividem a intimidade em uma casa, onde também está um cachorro. Ela é casada, mas se nega a dar informações sobre sua vida particular. Mesclando com várias imagens abstratas, o casal debatem sobre a questão da linguagem sob o ponto de vista filosófico, enquanto o cão observa a discussão.

O experimentalismo, a excentricidade e a recusa à narrativa linear são três marcas constantes na extensa e interessante filmografia de Godard desde o seu primeiro projeto, o seminal “O Acossado” (1960). Com “Adeus à Linguagem”, o desafio é intensificado. O filme tem apenas 70 minutos de duração.

Veja o trailer:

Compartilhe

Copyright ©2010-2018 Campinas.com.br. Todos os direitos reservados.

+ Cinema