premeditando_o_breque.jpg
Noite

Documentário sobre o grupo musical Premeditando o Breque será exibido no Almanaque Café

Publicado em 10 de agosto de 2015

O emblemático e divertido grupo paulistano Premeditando o Breque tem sua trajetória revisitada no documentário “Premê – Quase Lindo”, com direção de Alexandre Sorriso e Danilo Moraes (foto), que será exibido com exclusividade, fora do circuito de festivais, no Almanaque Café, em Campinas, nesta quinta-feira (13), às 20h30.

Mesmo ignorado pelas emissoras de rádio, mas com participações em programas de televisão, como “Clube do Bolinha”, “Programa Raul Gil”, “Almoço com as Estrelas”, “Jô Onze e Meia”, o Premê (como seria conhecido mais tarde) ganhou fãs e o respeito da classe artística com suas canções divertidas e de qualidade técnica e harmônica indiscutível. Sem prender-se a um estilo musical, trazia como marcas, arranjos elaborados, letras irônicas e a mistura de ritmos.

Formado em 1976 por Wandi Doratiotto, Mário Manga, Klaus, Marcelo e Osvaldo Fagnani – na época, estudantes da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP – o grupo fez parte do movimento Vanguarda Paulistana dos anos 1980 – representado, também, por Arrigo Barnabé e Itamar Assumpção.

O título “Quase Lindo” é homônimo ao LP de grande sucesso na época, com faixas que marcaram a cena musical, como a canção “São Paulo, São Paulo”, uma divertida referência a “New York, New York”, mas adaptada à capital paulista. O bar Almanaque Café serviu de cenário para o depoimento do músico Igor Lintz Maués, atualmente radicado em Viena (Áustria).

O documentário tem 70 minutos de duração e um rico e inédito material de arquivo, com imagens raras, muitas delas inéditas até para os integrantes da banda e seus fãs mais devotos – e que abarcam um período que vai de 1979 até 2013. Ele ainda traz depoimentos de Lulu Santos, que responde pela produção de um dos álbuns do Premê, além de Fernando Meirelles, Marcelo Tas, Mauricio Kubrusly, Nelson Ayres, entre outros que vislumbraram, desde o início, a importância do Premê no cenário nacional. Este material continua inédito e deverá fazer parte do making of do DVD do filme. 

Produzido ao longo dos últimos seis anos, o filme estreou em abril último, em São Paulo, na mostra paralela O Estado das Coisas do É Tudo Verdade – Festival Internacional de Documentários, com participação também no “In-Edit” (São Paulo e Salvador).

Serviço:

Exibição do documentário “Premê – Quase Lindo”
Local: Almanaque Café. Avenida Albino José Barbosa de Oliveira, 1240, Barão Geraldo- Campinas. (19) 3249-0014
Data: 13 de agosto
Horário: 20h30
Entrada: gratuita

Fonte: assessoria de imprensa 

Compartilhe

Copyright ©2010-2018 Campinas.com.br. Todos os direitos reservados.

+ Noite