enrique_diemecke_.jpg
Cultura

Maestro mexicano rege concerto da Sinfônica de Campinas no fim de semana

Publicado em 27 de agosto de 2015

A Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas (OSMC) apresenta o oitavo concerto oficial da temporada 2015 neste sábado (29) e domingo (30), às 20h e às 11h, respectivamente, no Teatro Municipal José de Castro Mendes. A regência será do maestro mexicano Enrique Arturo Diemecke e o concerto terá o pianista Aleyson Scopel (foto) como solista convidado. Ingressos entre R$ 5 e R$ 30.

No programa, obras de Jean Sibelius e Serguei Rachmaninoff. De Sibelius, a Orquestra apresentará a “Suíte Karelia, Op. 11” e, na segunda parte do concerto, a “Sinfonia n 1, Op. 39”. De Rachmaninoff, o concerto trará a célebre “Rapsódia sobre um tema de Paganini, Op. 43”.

A peça “Karelia” estreou em Helsinki, Finlândia, em 13 de novembro de 1893. Naquela época, a Finlândia vivia uma onda nacionalista e encomendou esta peça a Sibelius. No ano seguinte, o compositor dividiu a obra em três partes, sendo uma delas a “Suíte Karelia”, presente na programação do concerto.

Compositor símbolo da Finlândia, Sibelius também escreveu sete sinfonias, a primeira em 1899, mas o público só a conheceu três anos depois. Quando compôs a “Sinfônia nº 1”, ainda era bastante influenciado pela música de Tchaikovsky.

Já “Rapsódia Sobre um Tema de Paganini, Op 43”, de Rachmaninoff, estreou em 1934, em Baltimore, nos Estados Unidos. Na ocasião, o próprio compositor participou como solista.

Sobre o pianista Aleyson Scopel

Aclamado como uma das grandes revelações da nova geração de pianistas brasileiros, o artista é conhecido pelo perceptivo lirismo e sobriedade técnica. Aleyson se apresenta nas mais importantes salas de concerto do Brasil, à frente de grandes orquestras, e também como camerista e recitalista nos Estados Unidos, Europa e Ásia.

Formado pelo New England Conservatory of Music de Boston, recebeu diversos prêmios nacionais e internacionais como o do “Concurso OSB Nelson Freire – Novos Talentos Brasileiros” (2003), o “Corpus Christi International Competition” (2003), e o prêmio de melhor intérprete de música de câmara no “Concurso Internacional William Kapell”.

Gravou um CD ao vivo, com obras de Scarlatti, Mozart, Schumann e Almeida Prado.

Sobre o maestro convidado Enrique Diemecke

O maestro, compositor e arranjador mexicano é diretor artístico da Filarmônica de Buenos Aires, da Orquestra Sinfônica de Flint e da Orquestra Sinfônica do IPN (Instituto Politécnico Nacional do México). Regeu as principais orquestras do mundo, como a Washington National Symphony Orchestra, San Francisco Symphony, Los Angeles Philharmonic, BBC Symphony, Royal Philharmonic Orchestra, Orchestre de L’Ile de France. Também esteve à frente das nacionais da Polônia, México, Colômbia, Venezuela, Chile, Argentina, México, além da Orquestra Sinfônica de São Paulo, Orquestra Sinfônica de Pequim e Xangai, entre outras.

Diemecke foi diretor da Orquestra Sinfônica Nacional do México por 20 anos e também comandou a Ópera de Bellas Artes, igualmente no México. Ganhou prêmios importantes e gravou diversas composições. Recentemente, lançou o DVD da 8ª Sinfonia de Mahler, com a Orquestra Filarmônica de Bogotá. Compôs uma obra que foi encomendada pelo Festivalde Radio France para a final da Copa do Mundo na França.

Serviço:

8º Concerto oficial da Sinfônica de Campinas – temporada 2015
Local: Teatro Municipal José de Castro Mendes. Praça Correa de Lemos, s/n, Vila Industrial – Campinas. (19) 3272-9359
Data: 29 e 30 de agosto
Horário: 20h (sábado) e 11h (domingo)
Ingressos: R$ 30 (inteira), R$ 15 (estudantes, aposentados e maiores de 60 anos), R$ 10 (professores das redes municipal e estadual de ensino e pessoas com deficiência e mobilidade reduzida) e R$ 5 (estudantes da rede municipal e estadual de ensino)
Vendas: na bilheteria do teatro, das 16h às 21h

Fonte: assessoria de imprensa da Prefeitura de Campinas 

Compartilhe

Copyright ©2010-2018 Campinas.com.br. Todos os direitos reservados.

+ Cultura