the_skull_show_exposicao_galeria.jpg
Cultura

Temática de caveiras compõe exposição inédita no Galleria Shopping, em Campinas

Publicado em 18 de agosto de 2015

Galleria Shopping e a Galeria Urban Arts, em Campinas, se uniram para realizar a exposição inédita “The Skull Show”. De 20 de agosto a 2 de setembro, os visitantes do empreendimento poderão conferir, gratuitamente, 30 ilustrações digitais de artistas brasileiros retratando caveiras, ícones com forte presença na moda, decoração e joalheria atuais.

A exposição, dividida em 13 painéis, estará montada na praça de eventos do primeiro piso do shopping, em frente à Livraria da Vila, e reunirá trabalhos de diferentes artistas brasileiros, como Russ e Francisco Valle.

Para a gerente de marketing do Galleria Shopping, Regina Mello, realizar uma exposição com artistas renomados e outros não tão conhecidos do grande público, reforça o incentivo à arte e à cultura. “O Galleria é muito mais do que um centro de compras. É uma opção completa de convivência, lazer e de cultura. Acreditamos que a exposição vai ajudar a desmistificar a questão da caveira e encantará o público de todas as idades”, explica.

Esta é a primeira vez que a Urban Arts expõe seus quadros em um shopping e, segundo a gerente da loja, coordenadora e cenógrafa da mostra, Laís de Luna, a ação atende a um dos pilares da galeria, que é democratizar a cultura. “Disseminar a arte em diferentes espaços é uma de nossas ideologias. E uma exposição no Galleria, que tem um público grande e diferenciado, e ainda gratuita, é uma ótima forma de atingir esse objetivo”, afirma.

Sobre a escolha da caveira como tema da exposição, Laís explica que a busca era por um assunto fora do comum, que atraísse os clientes do shopping. “A caveira é um símbolo que mexe com o imaginário das pessoas, chama a atenção, tem um tom de provocação. Além disso, algumas dessas pinturas são muito conhecidas e apreciadas”, afirma.

 Mais sobre a “The Skull Show”

Diferentemente do que muitos pensam, o símbolo de caveira também traz mensagens positivas, como a celebração do amor e vida eternos. Há culturas que acreditam que a caveira é um poderoso amuleto “espanta mau-olhado”.

A má reputação da caveira começou no século XVII, quando tornou-se conhecida em meio às guerras e pragas que assolavam diversos países da Europa. Entretanto, a sua representação nesse mesmo período tinha cunho poético. De acordo com uma das vertentes da história, os maridos, quando convocados para as guerras, presenteavam suas esposas com um maxi-anel com uma caveira entalhada. Caso o marido não voltasse da guerra, todos saberiam que aquela mulher teve uma pessoa que lhe dedicou amor eterno.

A caveira é uma representação ambivalente da vida e da morte, que principalmente o anel de caveira traz. Ele mostra um lado triste, mas apaixonante, de uma história que já dura séculos. Também é considerada um símbolo de igualdade, pois retrata como somos verdadeiramente, após a morte. Não levamos nada, restando apenas os ossos.

Em meados de 2005 e 2006, houve o grande “boom” das caveiras, agora inseridas no contexto de moda, especialmente com os estilistas Alexandre Herchcovitch e Alexander McQueen, que lançaram muitos produtos com temática de caveira. Depois disso, o símbolo saltou para a decoração e a arte em geral. Repletas de detalhes e ousadia, as caveiras definitivamente conquistaram um público fiel, já fazem parte do dia a dia e estão representadas nas mais inusitadas formas de expressão da arte contemporânea.

Serviço:

Exposição “The Skull Show”
Local: praça de eventos do primeiro piso do Galleria Shopping. Rod. D. Pedro I, km 131,5, Jardim Nilópolis – Campinas
Data: de 20 de agosto a 2 de setembro
Horários: de segunda a sábado, das 10h às 22h; aos domingos, das 12h às 20h
Entrada: gratuita

Fonte: assessoria de imprensa 

Compartilhe

Copyright ©2010-2018 Campinas.com.br. Todos os direitos reservados.

+ Cultura