Cultura
Teatros em Campinas: conheça os principais espaços culturais da cidade
Publicado em 28 de agosto de 2018

Atualizado em 20 de setembro

A cidade de Campinas é destaque no campo das artes cênicas, tendo em seu território um grande celeiro de artistas, a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Reúne, portanto, diversos grupos teatrais reconhecidos tanto no âmbito nacional quanto internacional, além de estar na rota de grandes espetáculos que circulam pelo país.

Destaque também para as várias iniciativas de artistas, muitas independentes, como a realização do Feverestival – Festival Internacional de Teatro de Campinas.

A cidade possui vários teatros, alguns até desconhecidos pela população, e também traz em sua história fatos como a demolição de seu majestoso Teatro Municipal Carlos Gomes, e ainda a atual interdição do teatro do Centro de Convivência Cultural.

Para contextualizar o atual cenário dos espaços culturais dedicados às artes cênicas na cidade, o Campinas.com.br reuniu informações sobre os principais teatros em funcionamento no município.

Confira:

Teatro Municipal Castro Mendes

O Teatro Municipal “José de Castro Mendes” é atualmente o maior e principal teatro público de Campinas. O local possui capacidade para 760 espectadores.

Foi inaugurado em 1974, em comemoração do centenário da 1ª apresentação da ópera “O Guarany”, do maestro campineiro Antônio Carlos Gomes.

Em 2007, depois de problemas estruturais, episódios de goteiras no palco, choques elétricos e abandono, o teatro foi fechado pela prefeitura para reforma. A obra só começou em 2010 e deveria custar R$ 7 milhões – o custo final foi de R$ 10,3 milhões.

Em cinco anos fechado para reformas, três prefeitos passaram pela chefia do Executivo.

O teatro foi reinaugurado em 5 de dezembro de 2012, e hoje é um importante espaço cultural de Campinas. Nele já foram realizados grandes espetáculos de teatro, dança e música. A Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas faz sua temporada anual de concertos no local.

Serviço:
Local: Teatro Municipal “José de Castro Mendes”. Rua Conselheiro Gomide, 62, Vila Industrial – Campinas
Telefone: (19) 3272-9359

Veja programação no fim de semana do feriado de 7 de setembro

Teatro Iguatemi Campinas

Inaugurado em 15 de março de 2013, o Teatro Iguatemi Campinas encontra-se no 3º piso do shopping Iguatemi Campinas. O teatro tem capacidade para 515 pessoas e recebeu mais de R$ 13 milhões em investimentos da Iguatemi Empresa de Shopping Centers.

O espaço abriga um dos mais modernos mecanismos cênicos do país e agrega conceitos inovadores de acústica e equipamentos cenográficos compatíveis aos das principais casas de espetáculos brasileiras.

Seu design interior foi desenvolvido para criar um ambiente confortável, com revestimentos em mármore travertino e madeira carvalho. A distribuição dos lugares permite que os espectadores tenham visão ampla em qualquer ponto da casa.

Operado desde agosto de 2016 pela empresa Brain +, o Teatro Iguatemi Campinas tem hoje uma das agendas mais disputadas no Estado de São Paulo e praticamente tomada até o final de 2018.

A programação do espaço cultural conta com espetáculos de diversos gêneros, desde dramas até  solos de humor, apresentações de shows e musicais e uma intensa agenda de peças infantis.

Serviço:
Local: Teatro Iguatemi. Shopping Iguatemi Campinas. Av. Iguatemi, 777, Vila Brandina
Telefone: (19) 3294-3166 / www.teatroiguatemicampinas.com.br

Veja programação no fim de semana do feriado de 7 de setembro

Teatro do Sesi Campinas

O Teatro Sesi foi inaugurado dia 5 de agosto de 2011 e traz uma programação 100% gratuita. Com capacidade para 374 lugares, foi concebido com sistemas de sonorização, acústica e iluminação sofisticados, recursos que permitem múltiplas utilizações e o atendimento às diferentes exigências da cena teatral e musical contemporânea.

O teatro é um polo divulgador de novos talentos e da cultura, e tem a proposta de dar apoio aos grupos artísticos locais e contribuir para o fortalecimento e a consolidação do teatro em Campinas.

O espaço pertence ao Serviço Social da Indústria – SESI. A programação é bem variada, com peças de teatro, espetáculos infantis, shows e ainda exposições em seu foyer e sessões de cinema.

Serviço:
Local: Teatro do Sesi. Av. das Amoreiras, 450, Parque Itália – Campinas
Telefone: (19) 3772-4100

Teatros Sesc Campinas

O Sesc Campinas conta com dois espaços cênicos para apresentações artísticas regulares: um teatro italiano com 155 lugares que recebe shows mais intimistas, circo,espetáculos teatrais e temporada para crianças. Já o teatro arena recebe espetáculos circenses, musicais e teatrais, além de rodas de conversa, sempre com gratuidade.

Para este espaço o Sesc prepara um grande projeto para 2019 que enfoca o teatro de arena com a expectativa de envolver artistas locais e grandes diretores. A capacidade de público em torno de 200 pessoas sentadas.

História do Sesc na cidade

O Sesc como se conhece hoje, com um prédio próprio, quadras, piscina, teatro e lanchonete, está instalado no bairro Bonfim desde 1972, mas a história do Sesc em Campinas é bem mais antiga.

Em 20 de março de 1948 o Sesc começou a atuar na cidade oferecendo serviços de assistência social mais convencionais, como cursos de enfermagem do lar, de noivas e serviços de saúde. Com o passar do tempo, uma nova concepção de trabalho social foi criada e desenvolvida, baseada no conceito de educação não formal através de atividades físico esportivas, artísticas e de lazer. Essa nova concepção tornou-se modelo no Brasil e em outros países, mas para colocar em prática era preciso uma nova estrutura física. Aí veio a necessidade de uma unidade própria, um prédio planejado para abrigar as atividades a que o Sesc se dedica da melhor forma possível.

No final dos anos 1960 começou a construção da Unidade Sesc Campinas, que foi inaugurada no dia 8 de junho de 1972 e foi uma das primeiras do interior de SP, com um prédio moderno, que abrigava quadras, piscinas e um dos poucos teatros da cidade.

Depois de duas décadas no Bonfim, foi necessária uma reforma geral. O prédio foi desocupado em 1998 para uma reforma completa, e o atendimento foi transferido para um prédio no centro da cidade, na Avenida Aquidabã. Foram quatro anos de atividades nos mais diversos pontos da cidade (Lagoa do Taquaral, Catedral, teatros públicos entre outros), um Sesc itinerante que continuou atendendo a população da cidade e se envolveu mais ainda com Campinas.

Em 7 de abril de 2001, foi reinaugurada a unidade no Bonfim, totalmente nova. Em 2006, foram adquiridos os galpões, que fecharam para reforma e foram reabertos em 2011.

Serviço:
Local: Sesc Campinas. Rua Dom José I, 270, Bonfim
Telefone: (19) 3737-1500

Espaço Cultural Maria Monteiro 

Também conhecido como Centro de Convivência Cultural da Vila “Padre Anchieta”, o Espaço Cultural “Maria Monteiro” é um local que possibilita a realização das mais variadas atividades.

Com capacidade para 176 pessoas, sua Sala de Espetáculos, o Teatro “Padre Pedro Dingenouts”, possui palco em estilo italiano, em que a plateia fica de frente para o espetáculo. Como apoio, a sala conta com dois camarins coletivos.

Além da Sala de Espetáculos, o Espaço Cultural “Maria Monteiro” conta com um Salão Social que comporta até 500 pessoas. Nele é possível realizar festivais de dança, oficinas, festas e outros eventos similares.

Serviço:
Local: Espaço Cultural “Maria Monteiro”. Rua Dom Gilberto Pereira Lopes, Vila Padre Anchieta
Telefone: (19) 3282-0024

Teatro Infantil Carlito Maia 

Projetado para atender a demanda do público infantil nos fins de semana, o Teatro Infantil “Carlos Maia” (“Carlito Maia”) funciona no Bosque dos Jequitibás e tem capacidade para 160 pessoas.

O palco em estilo italiano, permite que a plateia tenha uma visão completa do espetáculo. Como apoio, o teatro tem dois camarins individuais.

Serviço:
Local: Teatro Infantil “Carlos Maia” (“Carlito Maia”). Rua Coronel Quirino, 02, Bosque dos Jequitibás
Telefone: (19) 2116-0241

Teatro Sotac 

Fundado em janeiro de 1978, o Teatro Sotac atua nas áreas de teatro infantil e adulto com espetáculos teatrais nos fins de semana, agenciamentos, escola de teatro, com infraestrutura própria e equipe técnica e artística especializada.

Nas férias dos meses de janeiro e julho, realiza o projeto “Férias no Parque”, evento de reconhecido sucesso e que figura por Lei Municipal no Calendário Cultural Oficial da Cidade de Campinas, também com atividades no teatro “Carlito Maia”.

Serviço:
Local: Teatro Sotac. Rua Barão de Jaguara, 2 , Bosque
Telefone: (19) 3235-2266

Teatro Sala dos Toninhos 

A Sala dos Toninhos é um teatro de bolso, com um estrutura básica de luz, som e arquibancada para 70 pessoas. O espaço é resultado da nova metodologia de gestão da Estação Cultura, o Laboratório de Produção Cultural.

Em 2018, a Sala dos Toninhos está sendo montada e adequada tecnicamente para uso e aguarda ainda um sistema de fiação elétrica mais adequado e potente para seu pleno funcionamento, com previsão para inauguração em outubro, quando se tornará o espaço de apresentações cênicas de caixa preta dentro da Estação Cultura.

Serviço:
Local: Sala dos Toninhos – espaço na Estação Cultura. Entrada pela rua Francisco Teodoro, 1050, Vila Industrial – Campinas

Galpão dos Lemos  

Também localizado na área da Estação Cultura, o Galpão dos Lemos é tombado pelo patrimônio histórico e faz parte da memória da cidade. Foi reinaugurado no dia 5 de março de 2018. O local é um espaço para atividades esportivas e culturais, todas gratuitas.

O Galpão dos Lemos tem 1.450 metros quadrados e fica no antigo complexo ferroviário (hoje Estação Cultura)

Abrigou no passado uma oficina de fundição artesanal, que produzia vários tipos de ferramenta e algumas peças de reposição para a manutenção das estradas de ferro. Instalada na rua Francisco Teodoro, a oficina era um dos pequenos negócios familiares que integrava a região da Vila Industrial.

A oficina pertencia a dois irmãos de sobrenome Lemos que venderam o espaço para a Companhia Mogiana de Estrada de Ferro. Desde então, passou a fazer parte do Complexo Ferroviário Central da Fepasa, que foi tombado pelo Condepacc (Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural de Campinas) em 29 de novembro de 1990.

A Estação Cultura, antiga Estação Ferroviária Central de Campinas, foi inaugurada em 1872. Serviu como estação ferroviária até 15 de março de 2001, quando o último trem de passageiros partiu com destino a Araraquara.

Serviço:
Local: Galpão dos Lemos. Praça Mal Floriano Peixoto, s/n, Centro
Telefone: (19) 3705-8000

Centro Cultural Casarão

O Centro Cultural Casarão, localizado em Barão Geraldo, foi criado no ano de 2005. É um espaço público ligado à Secretaria de Cultura de Campinas.

Está há mais de 10 anos realizando a descentralização da cultura e garantindo a população, acesso aos bens culturais produzidos. Além da oportunidade para novas produções e criações de espaço-tempos de cultura e entretenimento para a população.

O espaço é gerido por um coletivo de 70 pessoas entre artistas, capoeristas, musicistas, educadores, fotógrafos, pesquisadores, moradores do entorno e voluntários que compõem uma rede responsável por uma intensa programação cultural semanal, que é oferecida gratuitamente à população.

Tem, programação regular de música, teatro, circo, atividades para crianças, entre outras, e em 2018 a equipe do local iniciou a campanha “Nessa Casa tem Goteira”, que procura realizar o sonho de arrecadar fundos para promover reformas e melhorias no espaço.

Serviço:
Local: Centro Cultural Casarão. R. Maria Ribeiro Sampaio Reginato, s/n, Terras do Barão, Barão Geraldo – Campinas
Local: (19) 3287-6800

Concha Acústica do Taquaral “Auditório Beethoven”

Conhecido popularmente como Concha Acústica, dado o formato do equipamento, o Auditório “Beethoven” foi pensado para abrigar espetáculos musicais, de dança e de teatro.

O Auditório Beethoven é uma réplica da concha acústica do Parque de Lincoln, em Nova Iorque, nos Estados Unidos.

Inaugurada em 11 de dezembro de 1976, possui um palco de 140 metros quadrados, envolvido por uma laje de concreto em forma de concha com 14 metros de altura.

O desenho em forma de concha permite que o som seja refletido com ótima qualidade para a platéia.

O Auditório “Beethoven” conta com uma capacidade de dois mil lugares, aproximadamente, condição que o torna adequado para a realização de eventos de pequeno a médio porte, ao ar livre.

Serviço:
Local: Concha Acústica co Taquaral “Auditório Beethoven”. Av. Dr. Heitor Penteado, s/nº – Parque Portugal, Taquaral

Teatro de Arte e Ofício (TAO)

O Teatro Arte e Ofício foi inaugurado em dezembro de 1984 na Vila Nova, em Campinas.

Com capacidade para 160 pessoas, o TAO, como logo ficou conhecido, vem servindo de abrigo para as produções artísticas em suas mais diversas formas de expressão. Isso inclui o teatro, a dança, a música, a poesia, o audiovisual e as artes plásticas.

Após passar por ampla revitalização, foi reaberto em abril de 2018 pelo grupo de Campinas Os Geraldos, que permanecerá na administração do espaço pelos próximos cinco anos. Irá realizar ampla atividade artística no local, abarcando processos criativos, apresentações culturais, oficinas e cursos.

Serviço:
Local: TAO. R. Conselheiro Antônio Prado, 529, Vila Nova
Telefone: (19) 3241-7217

LUME Teatro

Criado em 1985, O LUME Teatro, com sede em Barão Geraldo onde possui um espaço, é um coletivo de pesquisa formado por sete atores-criadores e possui repertório diversificado que inclui teatro físico/visual, montagens em grupo, solos, clown, espetáculos de grandes dimensões ao ar livre e com a participação da comunidade.

É considerada uma das mais importantes unidades de teatro e centros de pesquisa no Brasil e no exterior. Desenvolver uma abordagem pessoal para o treinamento de atores – que busca impulsionar os limites físicos e vocais – e a construção de performances fortemente expressivas que violam o relacionamento convencional entre atores e espectadores, a empresa se tornou um ponto de referência para artistas e pesquisadores de teatro que participam da Re-dimensionamento ético e técnico do ofício do ator

O grupo difunde sua arte e metodologia por meio de oficinas, demonstrações técnicas, intercâmbios de trabalho, trocas culturais, assessorias, reflexões teóricas e projetos itinerantes, que celebram o teatro como a arte do encontro.

Conta com o apoio institucional da Unicamp, com a qual é vinculado desde sua fundação em 1985. Ao longo de quase 30 anos, tornou-se conhecido em mais de 26 países, tendo atravessado quatro continentes, desenvolvendo parcerias especiais com mestres da cena artística mundial. Em 2012 recebeu o Prêmio Shell pelo conjunto da obra.

Serviço:
Local: LUME Teatro. Rua Carlos Diniz Leitão, 150, Barão Geraldo – Campinas
Telefone: (19) 3289-9869

Teatro da Sia Santa

O Teatro Escola Sia Santa é o único equipamento cultural localizado no Parque Santa Bárbara, região noroeste de Campinas. O espaço integra o centro cultural da Sia Santa www.siaanta.art.br – 45 Anos Formando Plateias.

O teatro tem 135 poltronas, palco de 80m2 com urdimento, 3 camarins, sistema de iluminação cênica e sonorização, ar condicionado, foyer, gerador e saída de emergência. Também um Ponto de Cultura do Programa Cultura Viva do Ministério da Cultura – MinC, atendendo a comunidade, escolas, instituições, ONGs e empresas.

Serviço:
Local: Teatro Escola Sia Santa. R. Sebastião Paulino dos Santos. 20, Pq. Sta. Bárbara – Campinas (
Telefone: (19) 3281-3174

ESPAÇO INTERDITADO

Centro de Convivência Cultural

Interditado desde dezembro de 2011, o Centro de Convivência Cultural de Campinas é um dos maiores patrimônios arquitetônicos da cidade. Inaugurado em 9 de setembro de 1976, sua importância para a vida cultural consolidou-se ao longo de mais de 40 anos de vida tornando-o um dos mais significativos equipamentos culturais de toda a Região Metropolitana. Desde sua inauguração, nunca passou por reforma completa e estrutural, apenas obras pontuais de reparo. Conta com o Teatro de Arena “Teotônio Vilela”, a Sala de Espetáculos “Luís Otávio Burnier”, a Sala “Carlos Gomes” e as Galerias “Aldo Cardarelli”, “Bernardo Caro” e “C”.

O teatro reabriu parcialmente entre janeiro e fevereiro de 2012 para a Campanha de Popularização do Teatro. Em dezembro de 2014, a Orquestra Sinfônica de Campinas apresentou um concerto no Teatro de Arena após a finalização de testes de resistência que comprovaram a segurança da estrutura.

Aguardada pela população, a reforma agora vai sair, de acordo com a prefeitura de Campinas. Em abril de 2018, o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o prefeito, Jonas Donizette, assinaram o documento que oficializa o convênio para o repasse de R$ 40 milhões destinados à revitalização do complexo. Após a liberação dos recursos, a próxima etapa será a elaboração do edital de licitação. O imóvel passará por completa recuperação e instalação de novos equipamentos. A obra terá início ainda neste ano e estará pronta em dois anos, ainda de acordo com informações da prefeitura.

Um projeto de restauro, elaborado pela empresa Falcão Bauer como parte de um Termo de Acordo de Compromisso com a Prefeitura de Campinas, preserva a ideia original do arquiteto Fábio Penteado (o projeto foi premiado com a Grande Medalha de Ouro da I Quadrienal de Teatro de Praga, em 1967, na então Tchecoslováquia, em um concurso de projetos de teatro).

O complexo tem quatro galerias, seis salas (entre teatro, de ensaio, técnica, administrativo etc), cinco camarins individuais e três coletivos, todos com banheiro, saguão e o teatro de arena.

A área total é de cerca de seis mil metros quadrados, sendo quatro mil da área externa (Teatro de Arena) e dois mil da interna (salas e galerias).

Em relação ao teatro, a reforma prevê a valorização da estrutura cênica e a acústica, com padrões de referência internacional, como a Sala São Paulo.

Serviço:
Local: Centro de Convivência Cultural. Praça Imprensa Fluminense, s/nº, Cambuí – Campinas
Telefones: (19) 3232-5977 e (19) 3232-4168

HISTÓRIA

Teatro Municipal Carlos Gomes

Conta a história que com o desenvolvimento econômico de Campinas durante a primeira metade do século XIX, determinado pelas plantações de café e de cana de açúcar, as elites locais começaram a desejar que fossem criados lugares para apresentação de espetáculos teatrais e musicais. Em 1835 surgiu o primeiro projeto para a construção de um teatro na cidade. Depois surgiu o Teatro São Carlos, em 1850.

Em 1922, tornou-se pequeno para o porte da cidade que se expandia, e foi demolido para ceder lugar a outro teatro maior, com capacidade para 1.300 lugares: o Teatro Carlos Gomes, inaugurado em 1930.

O Teatro Municipal Carlos Gomes foi o maior e um dos mais importantes teatros de Campinas, localizado entre as ruas Treze de Maio e Costa Aguiar, bem no coração da cidade. Os relatos da época contam que era um prédio majestoso. O belíssimo lustre que adornava o local hoje se encontra na Escola Preparatória de Cadetes do Exército.

Com diferentes versões que se apresentaram na época, como falhas estruturais apontadas por técnicos, acompanhadas de questionamento da decisão drástica que seria uma demolição, o fato é que o teatro acabou demolido em 1965, no governo do prefeito Ruy Novaes, deixando uma grande lacuna no patrimônio histórico e cultural da cidade (com informações do blog Pró-Memória de Campinas-SP).

Confira a programação de espetáculos na Agenda do Campinas.com.br!

Compartilhe

Copyright ©2010-2018 Campinas.com.br. Todos os direitos reservados.