Centro de Ciências Letras e Artes

O Centro de Ciências, Letras e Artes (CCLA) é uma entidade cultural particular e sem fins lucrativos, fundada em 31 de outubro de 1901, na cidade de Campinas, por um grupo de cientistas, artistas e intelectuais que decidiram criar uma instituição em que pudessem se reunir para o estudo e a produção de atividades científicas e artísticas.

Durante as primeiras décadas do século 20, pela própria ausência de um órgão de Estado dedicado exclusivamente à cultura, o CCLA reuniu e promoveu grande parte das produções culturais da cidade.

O CCLA conta hoje com uma biblioteca de 150 mil volumes, uma Pinacoteca e dois museus, dedicados ao Maestro Carlos Gomes e a Campos Sales. Conta também com galeria de arte, Sala de Leitura, Vitrine Cultural e auditório para 220 pessoas. O auditório já cedeu seu palco para espetáculos como o Monólogo de Procópio Ferreira e para a apresentação de artistas como Regina Duarte, entre outros de repercussão nacional e internacional.

A primeira exposição futurista no Brasil, de Lasar Segall, fora de São Paulo, aconteceu no CCLA, onde permanece uma de suas obras, doada pelo pintor na ocasião. No Centro também houve a correção de “Os Sertões”, de Euclides da Cunha, obra seminal na literatura brasileira.

Na década de 1950, o Centro de Ciências, Letras e Artes criou o primeiro cineclube de Campinas. Personalidades de projeção nacional, nascidas ou não em Campinas no século 20, mantiveram estreitos vínculos com o CCLA, participando de sua fundação, de suas atividades ou doando seus acervos de bens pessoais, que foram cuidados e preservados pela entidade, como os de César Bierrenbach, de Antônio Carlos Gomes e de Campos Sales.

Entre outros, foram presidentes do CCLA: Bráulio Mendes Nogueira, Elisiário P.Palermo, Rodolfo Bueno, Herculano Gouveia, Francisco Isolino de Siqueira e Álvaro Cotomacci. Entre 1994 e 1997 o Centro teve a primeira presidente feminina, a professora Daiz Peixoto, em cuja gestão foi totalmente modernizado o Museu Carlos Gomes, com o apoio de Fúlvia Gonçalves e da Fapesp.

Nos últimos anos o CCLA tem sido presidido pelo Dr.Marino Zigiatti, que desde a década de 1950 participa de alguma forma das atividades do Centro, sempre lutando pelo seu reconhecimento e valorização.

No início do século 21 o CCLA continua o seu empenho de valorizar diversas linguagens artísticas e de promover reflexões permanentes em vários segmentos. Abriu, por exemplo, um Departamento de Ecologia, destinado a promover debates sobre os grandes desafios ambientais.

Fonte: site do CCLA 

Tel.: (19) 3231-2567

Fechado agora

Sáb: Fechado

Endereço: Rua Bernardino de Campos, 989, Centro

Bom para: Todas as idades

Por região: Região Central

Compartilhe

Copyright ©2010-2018 Campinas.com.br. Todos os direitos reservados.

+ Espaços Culturais

Rabeca Cultural

Aberto
Avenida Dona Maria Franco Salgado, 250 - Jardim Atibaia (Sousas)

Espaço “Escuta o Cheiro”

Consulte
Rua dos Expedicionários, 544 - Sousas

Estúdio Soniquete de Artes – Dança

Fechado
Rua Manoel Antunes Novo, 574 - Barão Geraldo

Casa de Cultura Fazenda Roseira

Consulte
Rua Domingos Haddad, 1 - Residencial Parque da Fazenda

Senac

Aberto
Rua Sacramento, 490 - Centro

Theatro Municipal de Paulínia

Fechado
Av. Pref. José Lozano Araújo, 1551 - Parque Brasil 500