Teatro Castro Mendes é reaberto com emocionante concerto da Sinfônica de Campinas

Após cinco anos fechado, local voltou a abrir as portas na quarta (5). Programação de espetáculos segue até dia 23/12



Atualizado em 7 de dezembro

Depois de uma espera de cinco anos e muita expectativa para a reabertura (já que ainda não houve liberação de laudo dos bombeiros), o público, finalmente, pôde voltar ao Teatro Castro Mendes, em Campinas, reinaugurado na quarta, 5 de dezembro, com um emocionante concerto da Orquestra Sinfônica Municipal, sob a regência do maestro titular, Victor Hugo Toro. Veja galeria de fotos.

Com 770 lugares, o teatro, completamente repaginado, ficou lotado na reabertura. A noite de reestreia reuniu autoridades, convidados e público, já que 250 ingressos, cerca de um terço da capacidade, foram distribuídos gratuitamente na terça-feira (4).

No programa da orquestra, é claro, homenagens ao maestro campineiro, Antonio de Carlos Gomes. Logo na abertura, a composição Alvorada, da ópera Lo Schiavo, seguida do Hino Nacional e de Campinas.

Na sequência, o prefeito Pedro Serafim (PDT) quebrou o protocolo na abertura oficial e chamou também ao palco o prefeito eleito, Jonas Donizette (PSB), e o engenheiro Cláudio Orlandi, responsável pela obra do teatro, além do maestro.

Toro disse que, com a reabertura do teatro, se recupera uma parte importante de Campinas, lembrando que a orquestra passou por momentos difíceis este ano. "Os teatros cumprem hoje uma função social que as igrejas tinham na Idade Média. É um local de encontro, de união, cultura significa identidade", ressaltou. Com o Castro Mendes em obras e o Teatro do Centro de Convivência também fechado, os músicos ficaram sem sem sede para os ensaios, e chegaram a utilizar espaços cedidos para os trabalhos, como a Casa de Portugal e o clube Bonfim. 

Em seguida, o prefeito eleito Jonas Donizette agradeceu pelo convite e parabenizou tanto os músicos quanto o prefeito Pedro Serafim. "A entrega deste teatro não é para mim, mas para o público", disse. O engenheiro Cláudio Orlandi destacou que a cidade agora pode recuperar a autoestima cultural e volta a integrar o circuito de grandes espetáculos. Por último, Serafim parabenizou toda equipe da administração responsável pela entrega da obra, incluindo a secretária de Cultura, Renata Sunega, falou sobre a importância da orquestra, agradeceu a paciência dos músicos, e disse para Donizette: "O teatro é do povo, mas a chave é sua. Você é o zelador", concluiu.

Espetáculo

Após a abertura oficial, o público foi presenteado com as composições de Carlos Gomes, e a participação da carismática soprano Niza de Castro Tank. Ela brincou com plateia e, emocionada, disse que estava pela terceira vez cantando em uma abertura do Castro Mendes. 

Também participaram do concerto a soprano Nadia Zanotello, o tenor Martin Muehle, o barítono Sebastião Teixeira e o baixo Carlos Eduardo Marcos, com belíssimos solos em trechos da ópera Colombo.

A Sinfônica de Campinas encerrou a apresentação com a plateia aplaudindo de pé, o que também ocorreu ao longo do concerto, e aos gritos de 'bravo'.

A partir desta quinta-feira (6), o teatro terá uma programação intensa de espetáculos até dia 23 de dezembro, iniciando com o festival de dança das academias da cidade (cancelado em 2011 quando foi interditado o teatro do Centro de Convivência Cultural). Destaque para as apresentações de O Quebra Nozes, do projeto Dança e Cidadania da Cia. De Dança de Campinas, com entrada gratuita ao público, nos dias 22 e 23. A retirada de ingressos vai ocorrer duas horas antes do início.

Programação:

06 e 07/12
Hércules - Versátil Cia de Dança
Horário: 20 horas
Ingressos: R$ 30 (inteira), R$ 20 (antecipado) e R$ 15 (meia)

08 e 09/12
Filhos do Egito - Olmos Ballet
Horário: 20 horas (sábado) e 16 horas (domingo)
Ingressos: R$ 30 (inteira), R$ 20 (antecipado) e R$ 15 (meia)

09/12
Gaiola Dourada - Viva Vida
Horário: 19 horas
Ingressos: R$ 30 (inteira), R$ 20 (antecipado) e R$ 15 (meia)

10/12
Filhos do Egito - Olmos Ballet
Horário: 20 horas
Ingressos: R$ 30 (inteira), R$ 20 (antecipado) e R$ 15 (meia)

11 e 12/12
Wonderland - Estação da Dança Adriana Pizzato
Horário: 20 horas
Ingressos: R$ 30 (inteira), R$ 20 (antecipado) e R$ 15 (meia)

13/12
Simba - O Rei Leão. Iris Ativa – Lina Penteado
Horários: 18 e 21 horas
Ingressos: R$ 30 (inteira), R$ 20 (antecipado) e R$ 15 (meia)

14/12
Paquita - Ballet de Repertório. Iris Ativa - Lina Penteado
Horário: 20h30
Ingressos: R$ 30 (inteira), R$ 20 (antecipado) e R$ 15 (meia)

15/12
Simba - O Rei Leão”. Iris Ativa - Lina Penteado
Horários: 14h30 e 17h30
Ingressos: R$ 30 (inteira), R$ 20 (antecipado) e R$ 15 (meia)

15/12
Paquita - Ballet de Repertório. Iris Ativa - Lina Penteado
Horário: 20h30
Ingressos: R$ 30 (inteira), R$ 20 (antecipado) e R$ 15 (meia)

16/12
Simba - O Rei Leão. Iris Ativa- Lina Penteado
Horários: 14h30 e 17h30
Ingressos: R$ 30 (inteira), R$ 20 (antecipado) e R$ 15 (meia)

16/12
Paquita - Ballet de Repertório. Iris Ativa - Lina Penteado
Horário: 20h30
Ingressos: R$ 30 (inteira), R$ 20 (antecipado) e R$ 15 (meia)

17/12
Um Mais Um - Espetáculo Musical e Teatral. Conservatório Carlos Gomes
Horários: duas apresentações - às 19 e 21 horas
Ingresso: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia)

18/12
Oréstia – Agamenon, As Coéforas e Eumênides (tragédias gregas - drama, romance e comédia). Grupo Rotunda do Teatro de Arte e Ofício (TAO)
Horário: às 20 horas
Ingressos: R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia)

19/12
Orígenes - Centro de Arte Flamenca
Horário: 20h30
Ingressos: R$ 30 (inteira), R$ 20 (antecipado) e R$ 15 (meia)

20/12
Bossa....eternamente Nova - música
Horário: 21 horas
Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)

21/12
Meu Amigo Raul - Música
Horário: às 20 horas
Ingressos: R$ 40, (inteira) e R$ 20 (meia)

22 e 23/12
O Quebra Nozes. Projeto Dança e Cidadania - Cia. De Dança de Campinas
Horário: às 20 horas
Entrada: gratuita. Ingressos serão distribuídos a partir de duas horas antes do evento

Serviço:

Teatro Castro Mendes. Rua Conselheiro Gomide, 62, Vila Industrial - Campinas

comentário(s)